jusbrasil.com.br
9 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região TRT-18: XXXXX01100418000 GO 01179-2011-004-18-00-0

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Partes

RECORRENTE-MARIA ALESSANDRA DE OLIVEIRA, RECORRIDO-LUC REPRESENTAÇÕES LTDA.

Publicação

Relator

DANIEL VIANA JÚNIOR

Documentos anexos

Inteiro Teor_1179201100418000_GO_1331228475370.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ.LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ. LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ.LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ.

LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ.LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ. LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ.-LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ. É dever das partes expor os fatos em juízo conforme a verdade ( CPC, art. 14, I). Quem não o faz é reputado litigante de má-fé ( CPC, art. 17, II), e deve indenizar à parte contrária dos prejuízos que esta sofreu, mais honorários advocatícios e despesas ( CPC, art. 18, caput). A condenação não depende de iniciativa da parte ( CPC, art. 18, caput). Recurso obreiro desprovido-. (RO-00556-2008-081-18-00-8, Relator Des. MÁRIO SÉRGIO BOTTAZZO, julgado em 20.5.2009).CERTIFICO e dou fé que em sessão ordinária hoje realizada, sob a Presidência do Excelentíssimo Desembargador PLATON TEIXEIRA DE AZEVEDO FILHO, com a presença dos Excelentíssimos Desembargadores PAULO PIMENTA e DANIEL VIANA JÚNIOR, presente também o Excelentíssimo Procurador do Trabalho Dr. LUIZ EDUARDO GUIMARÃES BOJART, DECIDIU a 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, por unanimidade, conhecer do recurso e negar-lhe provimento, nos termos do voto do relator. Certidão publicada em substituição ao
Disponível em: https://trt-18.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21336877/1179201100418000-go-01179-2011-004-18-00-0-trt-18

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO - Recursos - Recurso Inominado: RI XXXXX-74.2015.8.16.0182 PR XXXXX-74.2015.8.16.0182 (Acórdão)

Pedro Henrique Keller, Advogado
Modelosano passado

Contestação DEFESA pós reforma trabalhista e decisão STF sobre correção monetária (IPCA fase pré-judicial após SELIC)

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX-81.2020.8.13.0024 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX-74.2011.8.13.0024 Belo Horizonte

Tribunal Superior do Trabalho
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal Superior do Trabalho TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA: AIRR XXXXX-80.2011.5.02.0024